Depois de quase 20 anos, grupo que mandava na OAB-PE “racha” e embola sucessão


A sucessão do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Pernambuco (OAB- PE), Bruno Baptista, ganhou um novo componente, nesta segunda-feira (02), que caiu como uma “bomba” entre os advogados pernambucanos. Lideranças como os ex-presidentes, Pedro Henrique, Jayme Asfora e Henrique Mariano, romperam com o Bruno Baptista e não vão mais apoiar o candidato Fernando Ribeiro. Ribeiro foi lançado como candidato da situação.

Segundo informações apuradas pela coluna, os ex-presidentes se reuniram com Luciana Brasileiro para tentar lançar uma terceira via na sucessão de novembro. A oposição já lançou a candidatura do jovem advogado, Almir Reis, que tem crescido nas últimas semanas.

O motivo da discórdia atende pelo nome do ex-presidente Ronnie Duarte. Ele teria escolhido e feito pressão pelo nome do atual presidente da Caape (Caixa de Assistência dos Advogados de Pernambuco), Fernando Ribeiro. O próprio Jayme Asfora já tinha deixado clara sua insatisfação com o processo sucessório em artigo num jornal local.

Bruno aceitou a imposição do nome de Fernando o que teria contrariado parte do grupo que ainda não decidiu o que fazer.

A vice-presidente da OAB, Ingrid Zanella, tinha a simpatia da maioria dos ex-presidentes que não gostaram de Ronnie ter imposto o nome de Duarte.

“A verdade é que o atual presidente conduziu muito mal a atual sucessão e não fez um processo transparente”, disse um ex-presidente.

Outro fator que causou irritação no grupo foi o fato de duas pesquisas internas terem apontado o nome de Ingrid Zanella como a melhor alternativa. Bruno Baptista e Ronnie Duarte, no entanto, não levaram em consideração esse fato e fizeram o contrário.

Se não encontrarem um nome que chamaram de “competitivo”, alguns deles podem até mesmo apoiar o candidato da oposição, Almir Reis, que está em campanha 24 horas por dia e tem crescido nas pesquisas internas da própria OAB. Seria o “troco” que eles dariam a Bruno Baptista e ao próprio ex-presidente, Ronnie Duarte. “Eles foram desleais conosco”, disse outro advogado ligado ao grupo. A coluna já deixou recado com a assessoria de imprensa da OAB, mas até o fechamento da coluna não obteve retorno.


Fonte: PE Notícias