sexta-feira, 25 de outubro de 2019

Pernambuco recolhe 1.358 toneladas de óleo em oito dias


Balanço divulgado pelo Governo de Pernambuco nessa quinta-feira (24) mostra que o Estado já recolheu 1.358 toneladas de óleo em oito dias. O volume contabiliza óleo misturado com areia e inclui tudo que foi coletado desde a quinta-feira (17), quando o material voltou a atingir as praias pernambucanas.

O material foi coletado em 28 de praias de 10 municípios - sendo duas em Tamandaré, uma em Barreiros, cinco em Sirinhaém; quatro em Ipojuca; uma em Rio Formoso; sete no Cabo de Santo Agostinho; uma em Jaboatão dos Guararapes; uma em São José da Coroa Grande; três em Paulista e três na Ilha de Itamaracá. 

Nessa quinta, as manchas foram encontradas em outras cinco praias, todas com fragmentos de pequenas proporções. As novas praias atingidas foram Praia de Jaguaribe, do Pilar e Enseada dos Golfinhos, na Ilha de Itamaracá; Praia de Gaibu, no Cabo de Santo Agostinho; e a Praia de Nossa Senhora do Ó, em Paulista.

Todo o óleo já foi entregue ao Centro de Tratamento de Resíduos Pernambuco (CTR-PE). No local, o material é processado e transformado em combustível para ser usado em fornos de indústrias de cimento. O Governo do Estado inclusive recomenda que os banhistas evitem entrar na água enquanto são feitas análises laboratoriais no Laboratório de Oceanografia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Cerca de 500 pessoas, incluindo um grupo de 90 reeducandos, continuam realizando os trabalhos de remoção, contenção e prevenção nas praias do Litoral pernambucano. Ao todo, já foram implantados 2.145 metros de barreiras de contenção em diversas praias e rios atingidos. A força-tarefa segue monitorando a costa com o apoio de helicópteros, viaturas e embarcações.


Fonte: Folha PE