Polícia faz operação para prender suspeitos de tráfico e quase dez homicídios em Goiana

Em três operações, com o envolvimento de 70 policiais civis, há 27 mandados de prisão e 18 de busca e apreensão

A Polícia Civil de Pernambuco deflagrou, na manhã desta quarta-feira (19), três operações que têm, ao todo, 27 mandados de prisão e 18 de busca e apreensão. As operações Catedral, Porta Clausa e Inquisitio têm por objetivo prender integrantes de organizações criminosas envolvidos em homicídios, tráfico de drogas e associação para o tráfico.

As investigações foram coordenadas pelo Departamento de Repressão ao Narcotráfico (Denarc), que desarticulou três grupos rivais. De acordo com o diretor de Polícia Especializada da PCPE, Jean Rockfeller, as quadrilhas são responsáveis por cerca de dez homicídios cometidos em Goiana, localizado na Região Metropolitana do Recife (RMR).

Os mandados foram expedidos pela comarca de Goiana. Dos 27 mandados, apenas dois ainda não foram cumpridos. Entre os alvos, 14 estavam soltos e 13 já estavam presos. De acordo com a Polícia Civil, as quadrilhas também agiam em outros municípios da Zona da Mata Norte.

Os suspeitos foram levados à sede do Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), localizada no bairro de Afogados, Zona Oeste do Recife. A polícia também apreendeu drogas e armas de fogo. As investigações começaram em novembro de 2018. Nas três operações, estão envolvidos 70 policiais. A PCPE continua investigando o caso.



FONTE: FOLHA PE