quarta-feira, 22 de maio de 2019

Planalto confirma viagem de Bolsonaro ao Recife na próxima sexta-feira (24)


O Palácio do Planalto confirmou, oficialmente, na manhã desta terça-feira (21), a visita do presidente Jair Bolsonaro a Pernambuco na próxima sexta-feira (24). O chefe do Executivo brasileiro vai participar de uma reunião com o Conselho Deliberativo da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) no Instituto Ricardo Brennand, na Várzea, Zona Oeste do Recife. O encontro está previsto para iniciar às 10h.

No início de maio, questionado se a movimentação governista é em tentativa de aproximação com o Nordeste, onde Bolsonaro foi derrotado nas eleições de 2018 nos nove estados, o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) afirmou que é uma agenda natural do mandatário e que se trata da continuidade do trabalho. É no Nordeste também que Jair Bolsonaro registra as piores avaliações, já que, para 40% das pessoas, o governo é ruim ou péssimo, segundo levantamento do Ibope divulgado em abril.

“É agenda normal dele, pois o presidente tem que trabalhar em Brasília e correr o país para mostrar o que está fazendo. Recentemente, foi anunciado o 13º do Bolsa Família, aumento de recursos para saúde, determinação de atendimentos mais estendido nas unidades de saúde (no período noturno)”, declarou FBC, que articula, ainda, uma ida do presidente à cidade de Petrolina.

No Recife, Bolsonaro deverá anunciar um acréscimo de R$ 2,1 bilhões ao Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste, a ser usado em obras de infraestrutura. Ao todo, o fundo passará a ter R$ 25,8 bilhões em 2019. Oficialmente, a viagem marcará o lançamento do Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE), elaborado pela primeira vez no âmbito da Sudene.

São esperadas as presenças de onze governadores. Além do anfitrião Paulo Câmara (PSB), devem comparecer os nordestinos Flávio Dino (PCdoB-MA), Wellington Dias (PT-PI), Camilo Santana (PT-CE), Fátima Bezerra (PT-RN), João Azevedo (PSB-PB), Renan Calheiros Filho (MDB-AL), Belivaldo Chagas (PSC-SE) e Rui Costa (PT-BA). Também estão previstas as vindas dos governadores de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), e do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB-ES), que são líderes de estados que integram a Sudene.

Petrolina

A Secretaria de Comunicação da Presidência, no entanto, não confirmou agenda de Bolsonaro em Petrolina, no Sertão. Não está descartada a ida à maior cidade do Sertão do São Francisco, onde Bolsonaro pode entregar um conjunto habitacional do programa Minha Casa Minha Vida.



FONTE: DIÁRIO PE