quinta-feira, 4 de abril de 2019

Sistema de emissão e retirada de carteiras de identidade em Pernambuco passa por reformulação

Previsão é de que o novo sistema seja mais ágil e esteja disponível em até quatro meses, segundo IITB. População vem denunciando dificuldades para agendar segunda via.

Em Pernambuco, agendar a retirada da carteira de identidade pela internet é uma tarefa difícil de ser concluída. Segundo o Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB), a falta de datas disponíveis nos meses de abril, maio e junho se deve à quantidade de pessoas em busca do serviço e, diante da alta demanda, o órgão explica que o sistema de retirada de RGs deve ser reformulado nos próximos quatro meses.

De acordo com o diretor do IITB, Pablo Carvalho, um novo sistema para emissão das carteiras de identidade em Pernambuco está sendo implantado e o processo deve ser concluído nos próximos quatro meses. O número de habitantes do estado motivou a renovação do sistema.

"Temos atualmente 9,5 milhões de pessoas no estado. Em três anos, teremos 10 milhões de pessoas que precisam do documento e se mantivermos o sistema atual, a emissão vai acabar travando. O novo sistema vai possibilitar a emissão automática do RG”, explica.

Ainda segundo Carvalho, há pessoas fazendo uso indevido do sistema para emitir documentos. “Algumas pessoas estão vendendo as vagas e quem realmente precisa está reclamando, com razão. Já enviamos documentos à Polícia Civil, que iniciou uma investigação”, informa o diretor do IITB.

Para quem precisa emitir o documento com urgência, a solução a curto prazo é ir à sede do IITB, na Rua da Aurora, nº 1633, no Recife, ou procurar um dos 227 postos de atendimento no estado, onde não há necessidade de agendamento para os atendimentos. Os endereços estão no Portal Pernambuco Cidadão.

Dificuldades

A TV Globo testou o agendamento pelo site do IITB para as unidades do Expresso Cidadão da Boa Vista e do Cordeiro, no Recife. Nos meses de abril, maio e junho, procurados pela reportagem, não é possível encontrar datas disponíveis para a realização do serviço.

A situação se repete no Expresso Cidadão de Garanhuns, no Agreste. Em Petrolina, a unidade também não apresenta datas disponíveis no mesmo período.



FONTE: G1 PE