Polícia investiga suposto novo áudio de prefeito de Camaragibe

Na gravação, atribuída a Demóstenes Meira, o gestor aparece oferecendo suborno para tentar anular eleições para presidente da Câmara dos Vereadores

Um novo áudio atribuído ao prefeito de Camaragibe, Demóstenes Meira (PTB), é investigado pelo Departamento de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Draco). Na gravação, que circula nas redes sociais desde o fim de semana, o gestor municipal aparece oferecendo suborno para tentar anular duas eleições para presidente da Câmara dos Vereadores da cidade.

A primeira eleição seria do vereador Antônio Oliveira (PTB) e a outra não foi citada. As investigações do áudio e demais irregularidades na Prefeitura de Camaragibe seguem sob sigilo e a Polícia Civil de Pernambuco deverá se pronunciar ao final das diligências.

"O que está me preocupando é a presidência da Câmara. Eu estou entrando (...) com um pedido de anulação. Quero saber se você joga comigo", teria dito o prefeito no áudio, ao oferecer dinheiro aos supostos vereadores da cidade, que participam da conversa. Todos combinam um encontro na sede da prefeitura para a entrega de dinheiro, mas uma das pessoas recomenda que o prefeito não leve a quantia ao local.

O Blog da Folha entrou em contato com a Prefeitura de Camaragibe solicitando resposta e aguarda o retorno da assessoria de imprensa.



FONTE: FOLHA PE