Preso homem que matou a ex-mulher com mais de 50 facadas na Paraíba


Foi preso na manhã desta terça-feira (5), Ednaldo de Araújo Barbosa, suspeito de ter matado com mais de 50 facadas a ex-mulher dele Luciana Buriti Ferro, de 23 anos. O caso aconteceu no dia 30 de janeiro deste ano, no bairro das Cidades, em Campina Grande. O crime foi motivado por ele não ter aceitado o fim do relacionamento.

A prisão foi feita em cumprimento a um mandado judicial solicitado pela Delegacia de Homicídios de Campina Grande.

Segundo o delegado Francisco de Assis, após consumar o crime, o assassino se evadiu do local pedalando uma bicicleta. “A Polícia Civil após esclarecer a autoria reapresentou pela Custódia preventiva do acusado que foi homologado pela justiça com o devido cumprimento na manhã desta terça”.

Ednaldo de Araújo segue preso e vai responder pelo feminicidio. Ele será apresentado em audiência de Custódia ainda nesta terça.

Entenda o caso
Segundo testemunhas, Luciana Buriti Ferro estava na residência da ex-sogra visitando o filho, quando discutiu com o ex-companheiro na noite do dia 30, por volta das 19h. O suspeito teria visto mensagens no celular da vítima e essa pode ser a causa do assassinato.

Luciana foi socorrida para o Hospital de Trauma do município, mas não resistiu aos ferimentos e morreu durante a madrugada desta quinta-feira. De acordo com o médico Ronaldo Gadelha, a mulher deu entrada na unidade ainda consciente.

“Ela estava coberta de sangue e pelo o que vi ela foi ferida mais de 50 vezes, mas isso o Instituto Médico Legal ainda vai precisar”, disse o médico.



FONTE: PORTAL DO LITORAL