Chance de me afastar não existe, diz ministro envolvido em esquema de laranjas

Sobre as candidaturas que receberam altas somas de dinheiro, Álvaro Antônio disse ser impossível prever quantos votos cada candidato vai ter

Apontado como patrocinador de um esquema de candidaturas de laranjas dentro do PSL, partido dele e do presidente Jair Bolsonaro, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (MG), negou a possibilidade de se afastar do cargo para se defender das acusações.

"Não existe chance de me afastar. Tenho 100% de certeza que agimos dentro da Justiça Eleitoral", disse o ministro em entrevista ao SBT Brasil nesta segunda-feira (25).

Sobre as candidaturas que receberam altas somas de dinheiro, Álvaro Antônio disse ser impossível prever quantos votos cada candidato vai ter. "Essa lógica gasto-voto na política não existe. É impossível saber qual a votação de uma pessoa de forma prévia."

Questionado sobre recorrer ao foro especial no Supremo Tribunal Federal, o ministro afirmou que foi uma estratégia adotada por seus advogados.

"Estou focado em gerar emprego, em gerar renda para o Brasil. E o âmbito jurídico do processo, eu confiei aos meus advogados. A estratégia jurídica dos advogados cabe a eles, está sob a responsabilidade dos meus advogados", afirmou.



FONTE: FOLHA PE