Sisu: MEC diz que resolveu problema de lentidão, provocado por acesso recorde

MEC informou que problema foi causado por picos recordes de até 350 mil acessos simultâneos

Após candidatos reclamarem nas redes sociais da dificuldade em acessar o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) nesta terça-feira (22), primeiro dia de inscrições, o Ministério da Educação (MEC) avisou, por meio de nota, que adotou "todas as medidas para resolver a lentidão" e deu uma recomendação aos feras: quem estiver com dificuldade deve atualizar a página de inscrição antes de preencher os dados. O MEC informou que a lentidão foi devido a picos recordes de até 350 mil acessos simultâneos quando, nas edições anteriores, o Sisurecebia de 25 a 30 mil acessos simultâneos.

Uma novidade testada nesta edição do Sisu foi a divulgação da nota de corte para todos os cursos em quatro momentos (7h, 12h, 17h30 e 20h - horários de Brasília). No sistema anterior, a divulgação dos resultados se limitava a um horário (meia-noite) a partir do segundo dia de inscrição. O MEC informou que a divulgação em quatro horários se repetirá até sexta (25), último dia de inscrições, mas que a "informação da nota de corte à meia-noite será até quinta-feira (24)".

As notas de corte podem ser acessadas na parte pública do site - basta fazer uma busca pelo curso desejado. Estão disponíveis as notas para cada uma das modalidades de inscrição, ampla concorrência e ações afirmativas.

Ao todo, serão ofertadas 235.461 vagas em 129 instituições públicas de todo o país. Podem concorrer às vagas os estudantes que fizeram o Enem 2018 e obtiveram nota acima de zero na prova de redação.

Em Pernambuco, há 13.862 vagas no Sisu. A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) ofertará 6.972 vagas no Sisu, sendo 5.522 no Campus Recife, 1.020 no Centro Acadêmico do Agreste (Campus Caruaru). Já a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) divulgou que oferecerá 3.980 vagas para os 1º e 2º semestres letivos. Serão 2.100 vagas no campus Dois Irmãos.

O Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) divulgou que oferecerá 350 vagas no sistema. Já na Universidade de Pernambuco (UPE) serão 1.730 vagas nos polos do Recife, Camaragibe, Serra Talhada, Arcoverde, Garanhuns, Caruaru, Nazaré da Mata, Petrolina, Salgueiro e Palmares. A Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf)disponibiliza 830 vagas distribuídas nos três campi no Sertão de Pernambuco.

Escolhas
Na hora da inscrição, os participantes podem escolher até duas opções de curso, em ordem de preferência. A principal novidade deste ano é que os estudantes que forem selecionados em qualquer uma das duas opções não poderão participar da lista de espera. Até o ano passado, aqueles que eram selecionados na segunda opção podiam ainda participar da lista e ter a chance de ser escolhido na primeira opção.

O resultado será divulgado no dia 28 de janeiro. A matrícula dos selecionados deve ser feita de 30 de janeiro a 4 de fevereiro. Do dia 28 de janeiro ao dia 4 de fevereiro, os estudantes que não foram selecionados na chamada regular, em nenhuma das opções, podem manifestar o interesse em participar da lista de espera. Esses alunos serão convocados pelas próprias instituições de ensino a partir do dia 7 de fevereiro.



FONTE: FOLHA PE