Maia chega a PE dia 17 para reunião com Paulo Câmara

Governador falou com o democrata depois que ele recebeu apoio do PSL

Paulo Câmara não estará, hoje, na reunião da bancada do seu partido em Brasília, quando os socialistas levarão à mesa as possibilidades do PSB na corrida pela presidência da Câmara Federal. O governador de Pernambuco, no entanto, na condição de vice-presidente nacional do PSB, está atento às negociações e trocou ele mesmo uma ideia com o presidente Rodrigo Maia por telefone nos últimos dias. Os dois vão à mesa no próximo dia 17. 

Almoçam juntos e o democrata estará ainda com integrantes da bancada pernambucana na ocasião. A articulação partiu do deputado federal Wolney Queiroz, que preside o PDT no Estado e tem trabalhado pela candidatura de Maia. O mandatário da Câmara Federal tratou de conversar com Paulo depois que o PSL, do presidente Jair Bolsonaro, declarou apoio a ele na disputa. 

Na análise do governador de Pernambuco, o apoio que o PSL hipotecou ao atual presidente da Câmara Federal não impede que os socialistas também sigam ao lado dele. Esse apoio do PSL inibiria o PSB de optar por Maia? "De jeito nenhum. Vai depender dos compromissos que o Rodrigo Maia coloque junto à nossa bancada e ao nosso partido, justamente no que eu falei da independência do poder legislativo e da oportunidade de partidos que são de oposição ao governo Bolsonaro, de também terem participação no debate, no diálogo dentro do poder", devolveu Paulo Câmara, ontem, em entrevista a esta colunista e a Joffre Melo na Rádio Folha FM 96.7. 

O contato de Rodrigo com Paulo Câmara faz sentido do ponto de vista da representatividade da ala pernambucana do PSB e ainda da sintonia retomada entre a bancada e a direção da sigla, após êxodo do grupo dissidente. Junto com PDT e PCdoB, o PSB forma um bloco que reúne 70 parlamentares e pode ser o fiel da balança na disputa, como a coluna registrara ontem. Cálculos de parlamentares dão conta de 239 deputados no bloco de apoio a Maia. Ele precisaria de 257 para garantir vitória.

Cardápio de Ramalho
Um dos postulantes à presidência da Câmara Federal, o deputado Fábio Ramalho telefonou, ontem à noite, para o deputado Danilo Cabral. Convidou o socialista para almoço hoje. Trabalha para reunir a bancada do PSB. Há expectativa grande de parlamentares pelo leitão à pururuca que o anfitrrião prepara.

União faz a... > Paulo Câmara aguarda resposta do Planalto sobre a audiência que solicitou ao presidente Jair Bolsonaro. Acredita que a resposta venha ainda em janeiro. Diz compreender as dificuldades "de quem está tomando pé, montando equipes".

...força > E aposta que com "todo mundo unido" vai ser mais fácil superar os desafios". Define sua intenção assim: "A gente quer oportunidade de mostrar como Pernambuco pode ajudar o Brasil".

À mesa com... - O deputado estadual Marco Aurélio segue para Brasília no próximo dia 22 onde terá audiência com o vice-presidente, Hamilton Mourão, para definir a data da solenidade de entrega do título de cidadão do Recife a ele. Marco Aurélio e Mourão são do mesmo partido.

...Mourão - A homenagem ficou pré-agendada para março. Vão ao encontro do vice ainda o dirigente estadual da sigla, Ednásio Silva, e Levy Fidelix, que preside a legenda nacionalmente.

Por Freixo > Para o vereador Ivan Moraes, Marcelo Freixo é o melhor dos nomes na disputa pela a presidência da Câmara Federal. "É uma candidatura que deveria ser vista como a mais capaz de unir um campo com legendas do centro à esquerda. Nos mandatos que exerceu no Rio, Freixo mostrou capacidade de construir consenso em termos republicanos", avalia Ivan.


FONTE: FOLHA PE