Copa do Mundo de 2022 só terá 48 seleções com aval do Catar

A decisão oficial se a Copa do Mundo terá o aumento de 16 seleções será tomada até março deste ano

"Nenhuma decisão será tomada sem o aval do Catar", o país-sede, afirmou nesta quarta-feira (16) Nasser Al-Khater, secretário-geral do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2022, em um momento em que a Fifa estuda a possibilidade de ampliar o número de participantes para 48 seleções.

"No momento estamos conversando, estamos nos preparando e trabalhando por uma Copa com 32 equipes", explicou o dirigente em coletiva de imprensa. "Nenhuma decisão será tomada sem o aval do Catar. É um ponto importante: será uma decisão tomada em conjunto", completou.

A Copa do Mundo de 2022 (21 de novembro a 18 de dezembro) terá duração de 28 dias, ao invés dos 32 dias habituais, mas a Fifa estuda a possibilidade de ampliar o número de participantes de 32 para 48 equipes. Em 2026, o Mundial terá 48 seleções.

"Estamos à espera dos resultados dos estudos de viabilidade. Uma vez prontos, a Fifa compartilhará o resultado com a gente para que trabalhemos com isso", explicou Al-Khater. "Veremos se é possível ou não e o que precisamos mudar, já que há diversos aspectos afetados (caso a Copa seja disputada com 48 seleções): o número de estádios, o número de dias de competição, a divulgação, o número de jogos...", completou.

Sobre o acesso das mulheres aos estádios, Al-Khater garantiu que "não haverá qualquer restrição", ao contrário da Supercopa da Itália, que será disputada nesta quarta-feira na Arábia Saudita e que provocou grande polêmica por não permitir a presença de mulheres no estádio sem a companhia de um homem.

"No Catar, não temos restrições em relação ao acesso das mulheres ao estádio. Elas assistem aos jogos há muito tempo. Na terça-feira, no treino do PSG aberto ao público, havia homens e mulheres, sem restrições", afirmou. A decisão final sobre o projeto de uma Copa do Mundo com 48 seleções em 2022 será tomada em março.



FONTE: FOLHA PE