quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Bancada federal vai à mesa com Paulo Câmara

A pauta é "apresentar projetos prioritários para Pernambuco"

O convite foi feito aos 25 deputados federais e, aos parlamentares, foi informado que o governador vai apresentar a agenda de prioridades para os próximos quatro anos. O mesmo já foi feito com os senadores. Paulo Câmara reuniu os três representantes de Pernambuco na Casa Alta, inclusive o senador Fernando Bezerra Coelho, de relação atritada com o governo. 

O encontro de hoje se dá no momento em que o PSB, do qual o governador é vice-presidente, ainda debate o caminho que adotará na corrida pela presidência da Câmara Federal. Embora Paulo tenha feito gestos na direção de Rodrigo Maia, os quatro deputados do PSB de Pernambuco presentes na reunião do partido sobre o tema, posicionaram-se a favor do democrata. 

O único ausente, Felipe Carreras, declarou voto em JHC. Os demais argumentaram contra votar em Maia, cujo bloco inclui o PSL de Jair Bolsonaro. No Palácio das Princesas, o que se frisa é: "O voto é secreto". Paulo Câmara recebeu, no Palácio das Princesas, nos últimos dias, três dos postulantes: Rodrigo Maia, JHC e Fábio Ramalho. Entre parlamentares, há quem observe que o governador, "ao menos, poderia ter agido para que socialistas não antecipassem posição". 

A despeito da eleição para o legislativo, a pauta desta quarta é "apresentar projetos prioritários para Pernambuco". E deputados que vão estar presentes minimizam: "O governador vai cumprir a liturgia do cargo". Apostam em tom mais protocolar.

Descriminalização das...
Hoje, como cidadão, o ex-secretário de Turismo do Estado, Márcio Steffani, registra ser a favor da de descriminalização de algumas drogas. "Que o Estado tribute, que haja um controle, que gere renda", argumenta.

...das drogas > Ele prossegue: "A maior parte dos homicídios em Pernambuco tem a ver com tráfico de drogas, grande parte dos assaltos a banco são feitos para financiar o tráfico de drogas".

Antemão > Desde outubro, Steffani havia matriculado as filhas no Rio de Janeiro. Retornará à condição de técnico do BNDES. "Ser secretário é uma honra, mas não uma profissão", pondera. Registra que cumpriu muitas missões e que a decisão passou por isso. "Que nova missão teria?", indaga.

Garoto OLX > Márcio embarca para o Rio, quando encerrar as vendas dos móveis no OLX. Teve colega do secretariado interessado. A máquina de lavar foi hipotecada a Marcelo Barros. Ainda ontem, cadeiras, ar-condicionado e até persianas já foram negociadas. Bem-humorado, brinca que é "garoto OLX".

Com Mourão > O deputado estadual eleito, Marco Aurélio, embarcou, ontem, para Brasília para audiência com o presidente em exercício, Hamilton Mourão. Em pauta, a data em que Mourão vai receber o título de cidadão do Recife.

Régua > Alguns parlamentares andam argumentando que Marco Aurélio, aliado do senador Fernando Bezerra Coelho, pode ser menos ponderado que Priscila Krause no exercício da oposição a Paulo Câmara."Ou essa condição de líder poder ser um meio de acabar aproximando o grupo dele do governo, de fazer um caminho de volta", adverte um deputado em reserva.

Canoa >
Ainda que o PDT esteja na gestão Paulo Câmara, Túlio Gadêlha reage: "O PDT não está na base. Disputou apoiando o candidato do PROS, Maurício Rands. Perdemos essa eleição. Foi aberto espaço para indicação do deputado Wolney (Queiroz), não do PDT".



FONTE: FOLHA PE