Prefeitura e Compesa discutem implantações dos Sistemas de Esgotamento Sanitário de Goiana e Ponta de Pedras


No dia 27 de novembro, na sede da Compesa, em Recife, foi realizada uma reunião para se discutir as implantações dos novos Sistemas de Esgotamento Sanitário (SES) de Goiana e Ponta de Pedras.

Estiveram presentes na ocasião o prefeito em exercício de Goiana, Eduardo Honório, o secretário de Obras, Jairo Otaviano da Silva, o assessor técnico especial da Prefeitura, Osvaldo Vieira, o diretor de Novos Negócios da Compesa, Ricardo Barreto, a diretora da Região Metropolitana da Compesa, Simone Albuquerque, o assessor da Diretoria da Compesa, Clodoaldo Veloso, e o diretor de Engenharia e Obras da empresa BRK Ambiental, Christian Alberto Fonseca.

Durante a reunião, a Compesa e a BRK Ambiental, empresa responsável pela execução das obras, apresentaram os projetos para as implantações dos SES, enquanto os representantes da Prefeitura de Goiana foram fazendo observações sobre questões técnicas, de execução das obras e sugerindo formas para dar mais celeridade às ações e diminuir o impacto que será sentido pela população.

“Nós chamamos a atenção para a qualidade dos serviços de reposição do sistema viário, de maneira que após instalada a tubulação, imediatamente seja feita a obra de reposição do calçamento. Além disso, sugerimos a inclusão da comunidade do Bom Tempo já neste primeiro momento das ações e fomos atendidos”, disse o assessor técnico especial da Prefeitura, Osvaldo Vieira.

As ações na sede de Goiana se dividem em 6 bacias. Inicialmente serão iniciadas ações em 4 bacias, contemplando 50% da cidade. Além da implantação de novas tubulações, serão construídas três estações elevatórias e uma estação de tratamento de esgoto. As obras serão iniciadas em janeiro de 2019 e o prazo para conclusão é de 43 meses.

Em Ponta de Pedras, o prazo para conclusão das obras – que também serão iniciadas em janeiro de 2019 – é de 21 meses. Nas ações previstas estão as construções de duas estações elevatórias e uma estação de tratamento de esgoto, contemplando 30% do Distrito.

“São obras grandiosas que trarão muitos benefícios para a sede de Goiana e Ponta de Pedras. A Prefeitura está atenta, acompanhando tudo de perto para que a execução dos serviços seja feita de forma eficiente, rápida e que implique no menor impacto possível no dia a dia dos cidadãos”, ressaltou o prefeito em exercício de Goiana, Eduardo Honório.

As obras já contam com os licenciamentos da Agência Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (CPRH), do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). E, todos os terrenos onde serão construídas as estações elevatórias e de tratamento de esgoto, na sede e em Ponta de Pedras, já foram adquiridos pela BRK Ambiental.




FONTE: SECOM / PMG