Atirador de Campinas trabalhou como auxiliar da Promotoria de SP

Euler Fernando Grandolpho, 49 anos, pediu exoneração em 2014

A Polícia Civil informou que Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos, é o autor dos disparos na Catedral Metropolitana de Campinas. Ele era morador de Valinhos, cidade vizinha a Campinas.

Euler foi servidor concursado do Ministério Público do Estado de São Paulo, atuando como auxiliar de Promotoria I, na Comarca de Carapicuíba, região metropolitana de São Paulo. O Ministério Público de São Paulo informou que ele pediu exoneração do cargo em 3 de julho de 2014. O perfil de Euler em uma rede social, sem postagens, informa que ele estudou no Colégio Técnico da Unicamp e na Unip, em Campinas.



O tiroteio ocorreu por volta das 13h25, segundo informações da Polícia Militar. De acordo com relatos, o homem invadiu a igreja e atirou contra as pessoas. Quatro morreram no local. A Secretaria de Segurança Pública informou que policiais militares atiraram contra o autor dos disparos e, em seguida, ele se matou. Ainda não se sabe a motivação do crime.


FONTE: FOLHA PE