GOIANA: Após dois anos do curso de Gari, mulheres continuam desempregadas em São Lourenço



As mulheres que participaram do curso de gari no Centro Vocacional Tecnológico (CVT), em São Lourenço, ainda na gestão do Ex-Prefeito Fred Gadelha, no ano de 2016, encontram-se desempregada e sem perspectiva de um futuro chamado, para ingressar na atual gestão.


Cerca de 20 mulheres, todas oriundas do povoado de São Lourenço tiveram seus objetivos frustrados, quando a perspectiva era ingressar no mercado de trabalho, logo após a conclusão do curso de gari oferecido pela Prefeitura Municipal de Goiana (PMG). Já se passaram quase três anos e nenhuma atitude beneficiaria foi tomada em favor dessas mulheres, muitas delas mãe de família.



A gestão atual em janeiro de 2017 denunciou possíveis irregularidades nesses cursos.
"Houve a determinação de suspensão pelo TCE e mesmo assim eles continuaram com os lançamentos", relatou na época o Ex. procurador do município - Alcides França.
Entre os processos licitatórios, segundo a atual gestão, existia no ato da denúncia um no valor de R$363,520 mil reais para oficinas de capacitação realizadas em São Lourenço.


FONTE: Lourenço Quilombola/Blogdoeduardofrança