General do Exército será o novo Ministro da Defesa

Azevedo e Silva foi chefe do Estado Maior do Exército e comandante da Brigada Paraquedista antes de ir para a reserva

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, anunciou nesta terça-feira (13), por meio das redes sociais, o nome do general de Exército Fernando Azevedo e Silva para o cargo de ministro da Defesa. A pasta seria ocupada inicialmente pelo general Augusto Heleno. Há uma semana, no entanto, Bolsonaro confirmou o nome de Augusto Heleno para o Gabinete de Segurança Institucional.

Azevedo e Silva foi chefe do Estado Maior do Exército e comandante da Brigada Paraquedista antes de ir para a reserva.

O futuro ministro da Defesa estava trabalhando desde setembro como assessor do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Dias Toffoli, sob indicação do Comandante do Exército, o general Eduardo Villas Bôas.

Governo Bolsonaro

Com o anúncio feito nesta terça-feira por Bolsonaro, Azevedo se torna o 6º ministro confirmado pelo presidente eleito. Antes dele, outros cinco nomes foram apresentados e irão compor o novo governo: Paulo Guedes (Ministério da Economia), Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Sérgio Moro (Justiça), Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia) e Tereza Cristina (Agricultura).


FONTE: DIÁRIO PE