Cinegrafista é assassinado a tiros em Igarassu

Segundo relatos de familiares, a vítima estava num bar, assistindo o jogo do Sport e um homem conhecido como "boneco" teria deixado o local e voltado com a arma do crime

O cinegrafista Diraldo Alves, de 32 anos, foi assassinado, na noite desta quarta-feira (14), no bairro de Cruz de Rebouças, em Igarassu, Região Metropolitana do Recife. Ele trabalhava na TV Norte Nordeste há mais de dez anos. Segundo a Polícia Civil, o cinegrafista assistia ao jogo de futebol em um bar, na companhia de dois amigos, quando um homem que bebia na mesa ao lado se aproximou e efetuou diversos disparos na vítima.

Diraldo foi socorrido para UPA do município, porém não resistiu aos ferimentos. A polícia trabalha na identificação do suspeito e na possível motivação do crime. O caso está sendo conduzido pela Divisão de Homicídios Norte. De acordo com relatos de familiares, o assassino seria um homem conhecido como "boneco", que teria deixado o local e voltado com a arma do crime. Segundo parentes da vítima, não houve discussão entre os dois.

O sepultamento aconteceu às 17h, no Cemitério de Igarassu. Antes, às 14h, foi realizado um culto na Igreja Episcopal Carismática, no Bairro dos Aflitos. Pedro Paulo de Carvalho, apresentador e dono da TV Nova Nordeste, comentou sobre a morte de seu funcionário. Segundo o comunicador, que também é cunhado da vítima, a família está em choque. 

“Nunca imaginamos que essa violência chegaria tão perto da gente. O que pedimos é que seja feita justiça”, afirma.



Nunca imaginamos que essa violência chegaria tão perto da gente. O que pedimos é que seja feita justiça”, disse Pedro Paulo, dono da emissora e cunhado da vítima.

Crédito: Ed Machado/Folha de Pernambuco