Ibope: Bolsonaro, 57%; Haddad, 43%. Diferença diminui para 14 pontos

No primeiro levantamento Ibope para este segundo turno, Bolsonaro apareceu com 59% dos votos válidos ante 41% de Haddad

Na segunda rodada de pesquisa Ibope para a Presidência da República, divulgada nesta terça-feira (23), o candidato Jair Bolsonaro (PSL) segue na liderança, com 57% dos votos válidos - sem a contabilização dos votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos - contra 43% de Fernando Haddad (PT). No entanto, vantagem entre o capitão reformado e o petista caiu de 18 para 14 pontos percentuais. O nível de confiança do levantamento, estima-se, é de 95%. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

No primeiro levantamento Ibope para este segundo turno, divulgado no último dia 15, Jair Bolsonaro (PSL)apareceu com 59% dos votos válidos ante 41% de Fernando Haddad (PT).

Quando considerados os votos totais - incluindo os brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos - Bolsonaro aparece com 50% das intenções de votos e Haddad registra 37%. Os entrevistados que declararam voto branco ou nulo representam 10% e o que não sabem, 3%.

Esta nova pesquisa foi encomendada pela TV Globo e o jornal O Estado de S. Paulo e foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com número de identificação BR-07272/2018.

Detalhamento

A sondagem também mediu o índice de rejeição dos presidenciáveis - quando os eleitores afirmam que não votariam de jeito nenhum no candidato. Neste item, a rejeição de Haddad apresentou uma redução de 6 pontos percentuais em comparação ao levantamento anterior - antes, o petista aparecia com 47%, agora ele tem 41%. Por outro lado, a reprovação de Bolsonaro aumentou de 35% para 40%.

Além disso, o potencial de voto também foi avaliado. Neste recorte, 37% dos entrevistados afirmaram que com certeza votariam em Bolsonaro, contra 31% dos que garantem o voto em Haddad.

A expectativa se volta para a terceira pesquisa Datafolha, para o 2º turno das eleições, que será divulgada nesta quinta-feira (25).


FONTE: FOLHA PE