Haddad e Barbosa criticam acenos de Bolsonaro a milícias


Ao menos quatro pessoas participaram do encontro entre Haddad e Joaquim Barbosa, ex-presidente do Supremo. O clima, segundo relatos, era de apreensão. Um dos presentes disse que uma vitória de Bolsonaro não significava só a volta dos militares, mas a ascensão de milicianos.

O ministro aposentado do STF afirmou que, se decidir fazer um gesto público de apoio ao petista neste segundo turno, defenderá projetos e um governo pluripartidário, e não hegemonicamente do PT.


FONTE: BLOG DO MAGNO