Candidatos se posicionam após debate

Somente o governador Paulo Câmara (PSB) não conversou com a imprensa.

Após o último debate com os candidatos ao Governo de Pernambuco, promovido pela Globo, nesta terça (02), o senador Armando Monteiro Neto (PTB), Dani Portela (PSOL) e ex-senador Maurício Rands (PROS) se posicionaram sobre o embate. O governador Paulo Câmara (PSB) não conversou com a imprensa.

Considerando que a sabatina “cumpriu inteiramente o seu objetivo”, Armando sugeriu que, “na perspectiva” do segundo turno, ele poderá “aprofundar a discussão desses temas dando ao cidadão ao eleitor uma oportunidade melhor dele verdadeiramente confrontar propostas e perfis e promover a melhor escolha no interesse de Pernambuco”.

Ao final da sabatina, sem revelar o nome do seu candidato à presidência, o petebista afirmou que já escolheu o perfil do seu presidenciável. “Tem que ser 100% comprometido com a democracia, com a ordem democrática, alguém com a estabilidade e o controle da inflação para gerar empregos, alguém que tenha voz firme na questão da segurança, que valorize a família, tenha um olhar para os mais pobres e seja patriota”, disse.

Maurício Rands (PROS), por sua vez, disse estar "muito satisfeito" e classificou o encontro como "de alto nível". "Tive uma preocupação muito disciplinada de não entrar nessas velhas picuinhas da política, mas discutir propostas. E mais do que isso, o como executar essas propostas”, comentou o ex-deputado federal. “Pernambuco agora tem uma alternativa. Não precisa ter que optar entre duas soluções dessas duas grandes coligações, que são mais do mesmo”, acrescentou.

Já Dani Portela comentou sobre o recente o apoio da Rede Sustentabilidade à sua candidatura, após a expulsão do candidato a governador da sigla, Julio Lossio, que declarou apoio ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). “Nunca é tarde para ser coerente com princípios da democracia. Isso foi muito importante nesse momento que a gente está vivendo de uma candidatura que ameaça os rumos da democracia brasileira. Para mim isso é muito importante”, comentou.

A psolista ainda falou sobre votos nulos neste pleito. “Só precisa ficar claro para as pessoas que, as candidaturas que foram retiradas - Julio Lossio foi expulso da Rede Sustentabilidade, Ana Patrícia teve a sua candidatura indeferida - não deu tempo de finalizar o devido processo legal, então essas candidaturas vão aparecer na urna, só que quem votar em Julio Lossio e Ana Patrícia o voto será nulo. E nesse momento a gente não pode votar nulo. A gente precisa ter um lado. Essa eleição é uma eleição que a gente precisa se posicionar”, ressaltou.


FONTE: FOLHA PE