OTS e ORF autuam mais de mil e oitocentos condutores no mês de Março

As Operações Trânsito Seguro – OTS, e Rota de Fuga – ORT, do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco – DETRAN-PE, juntas, durante o mês de março, abordaram 6.018 veículos em blitzes nas cidades de Recife, Olinda, Paulista, Cabo, Jaboatão dos Guararapes, Igarassu, Abreu e Lima, Ilha de Itamaracá, Aldeia, São Lourenço, Camaragibe, Caruaru, Limoeiro, Vitória de Sto Antão, Carpina, Paudalho, Goiana, Arcoverde, Custódia, além de Gravatá e Brejo da Madre de Deus, onde o ênfase foi na educação, fluidez e teste de alcoolemia com motoristas de coletivos.  As equipes de Operações tiveram o auxilio de um drone que auxiliou nos trabalhos de fluidez dos veículos que seguiam para a paixão de Cristo em Gravatá e em Nova Jerusalém.
Na ação, que contou com a parceria da Polícia Militar – PM, e do Batalhão de Policiamento de Trânsito – BPTran, foram autuados 1.861 condutores por não uso do cinto de segurança, inclusive no banco traseiro; falar ao celular durante a condução do veículo; não portar Carteira Nacional de Habilitação – CNH, e documento de porte obrigatório (Certificado de Registro e Licenciamento de Veiculo – CRLV); dirigir sob o efeito de álcool; falta de equipamento obrigatório de segurança; e carregar criança sem o uso da cadeirinha. Desses, 332 tiveram o veículo removido para o depósito do Órgão, 78 motoristas tiveram sua CNH recolhida por recuso ou constatação de alcoolemia e 1 condutor que ao realizar o teste do bafômetro estava acima do teor permitido, foi encaminhado para audiência de custódia por ter sido autuado no crime de alcoolemia.
A OTS tem como foco infrações do cotidiano, comuns nas ruas e avenidas, sempre garantindo o cumprimento das leis e da fluidez do trânsito. Já a ORT, que foge do modelo convencional de blitz estática e mobiliza as equipe para que os agentes se posicionem estrategicamente, a fim de impedir a evasão dos infratores, tem como objetivo principal coibir a realização de manobras perigosas nas vidas como calçadas, colocando em risco a segurança no trânsito, inclusive dos pedestres.
De acordo com o diretor presidente do Detran-PE, Charles Ribeiro, os agentes de trânsito estão nas ruas por determinação do Governador Paulo Câmara, para garantir aos cidadãos mais tranquilidade.  É importante que cada um faça seu papel e pedimos aos condutores prudência na hora de dirigir e não fazer a mistura fatal que é álcool e direção, porque se for necessário agiremos com coercitividade. “O Detran está participando da Operação Octopus, disponibilizando agentes de trânsito da ORF e OTS, guinchos, viaturas e motos, sendo parceiro da PM-PE, com foco na diminuição de acidentes e da violência”, destacou Ribeiro.

Fonte: Assessora de Imprensa