Banhista atacado por tubarão em praia da RMR pode ter mão amputada

Pablo Diego Inácio de Melo respira sem a ajuda de aparelhos e está lúcido, mas a equipe de Cirurgia Vascular do Hospital da Restauração irá decidir ainda nesta sexta-feira (20) sobre a possibilidade de amputação do membro

Corpo de Bombeiros foi acionado no domingo (15) para atender uma vítima de ataque de tubarão em Jaboatão dos Guararapes, na praia de Piedade, na altura da Igrejinha. Foto: Cortesia/WhatsApp


O banhista potiguar Pablo Diego Inácio de Melo, 34 anos, atacado por um tubarão na Praia de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes no último domingo (15) corre o risco de ter a mão direita amputada. Ele já respira sem a ajuda de aparelhos e está lúcido, mas a equipe de Cirurgia Vascular do Hospital da Restauração irá decidir ainda nesta sexta-feira (20) sobre a possibilidade de amputação do membro. A perna direita de Pablo foi amputada ainda no domingo, em uma cirurgia que durou quatro horas.


O comprometimento foi identificado por meio de um exame ultrassonográfico no qual é reproduzido, em tempo real, imagens das estruturas e órgãos do corpo. Apesar do risco de amputação, o quadro clínico de Pablo Diet permanece inalterado. As drogas vasoativa foram suspensas e ele recebe alimentação pastosa com dieta por via oral.


Entenda o caso


O Corpo de Bombeiros foi acionado no domingo (15) para atender uma vítima de ataque de tubarão em Jaboatão dos Guararapes, na praia de Piedade, na altura da Igrejinha. Natural do Rio Grande do Norte, Pablo Diego Inácio de Melo, de 34 anos, foi mordido nos dois braços e nas duas pernas. O atendimento, realizado de imediato, contou com a ajuda de oito guarda-vidas, duas motos resgatístas e uma viatura do Samu. Na areia, Pablo teve hemorragias contidas e os sinais vitais estabilizados. Na sequência, ele foi encaminhado para o Hospital da Restauração, espaço em que recebeu tratamento por uma equipe de traumatologia.´


FONTE:DIÁRIO DE PERNAMBUCO