Os serviços de coleta de lixo estão paralisados na cidade.

A empresa LOCAR Gestão de Resíduos, entrou em contato com a redação da rádio 106,3FM para emitir a seguinte nota:

No último dia 24 de outubro, o Ministério do Trabalho e Emprego interditou o serviço de coleta de lixo na cidade de Goiana, alegando que a operação de não pode ser feita com três homens, nem com o estribo (espécie de aro de metal, madeira ou sola que pende de cada lado da sela e é us. como ponto de apoio para o pé do cavaleiro), proibindo esta atitude, comum em todo o mundo.

Inclusive, a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública, o Sindicato da categoria, a Federação sindical são contra a decisão da Justiça de impedir a operação de coleta com três homens e com estribo.

Na última quarta-feira, dia 8 de novembro, um juiz de Goiana caçou a liminar concedida a Locar em caráter de urgência, por questões de saúde pública, e determinou que a coleta de lixo no município deve ser feita conforme o termo de embargo, proferido.

A Locar entrou com uma ação de nulidade em caráter de urgência por questões de saúde pública, no último dia 3 de novembro. A liminar foi concedida no dia 03/11/2017 e a Locar voltou a operar normalmente.