Estudo: Núcleo da UFPB desenvolve pesquisa sobre indicador social em Goiana

Professores e estudantes da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em parceria com a Fundação Avina, desenvolvem projeto para apurar o Índice de Progresso Social (IPS) do município pernambucano de Goiana, localizado entre João Pessoa e Recife.

O indicador é utilizado pela Rede Progresso Social, um movimento global em formação que articula comitês e processos colaborativos entre governo, empresas e sociedade civil, com o objetivo comum de melhorar a qualidade de vida dos cidadãos. Essa rede usa a estrutura conceitual e metodológica do IPS como ponto de partida para a ação nas localidades onde atua. A rede opera em oito países na América Latina, incluindo o Brasil.

No País, o IPS foi aplicado em 2015, de forma pioneira no mundo, na utilização de dados primários como base para o planejamento em nível de comunidade. A primeira pesquisa foi realizada junto a 50 comunidades ribeirinhas do Rio Juruá, no Amazonas, mediante iniciativa da Natura e da Coca-Cola, com a finalidade de fomentar cadeias de fornecimento sustentáveis e geração de valor socialmente compartilhado. A aplicação do IPS Comunidades em Goiana tem à frente o Grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e a Klabin.

Em um primeiro momento, como é determinado na metodologia, foi articulado, na cidade, o Fórum de Desenvolvimento Local. Agora, o Núcleo de Políticas Públicas e Desenvolvimento Sustentável (NPDS), do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA/UFPB), realizará a coleta dos dados, a partir da aplicação de questionários, para a mensuração das três dimensões que compõem IPS (necessidades humanas básicas, bem-estar e oportunidades).

Sob a coordenação dos professores Henrique Menezes e Ítalo Fittipaldi, estudantes da UFPB já iniciaram os trabalhos de pesquisa para o cálculo do indicador. Ao final, será produzido um relatório conclusivo, contendo os resultados de estudos e as análises específicas sobre a situação da localidade.

Fundação Avina

Fundación Avina é uma fundação latino-americana, criada em 1994, dedicada ao desenvolvimento sustentável, por meio da construção de processos de colaboração entre atores de diferentes setores para impactar de forma positiva os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela ONU.

Está presente em 20 países e opera em nove áreas programáticas, coordenando a Plataforma de Inovação com Sentido, que forma uma aliança para acelerar o desenvolvimento sustentável e a integração da América Latina, por meio da combinação da inovação social com a tecnologia. Além disso, apoia as redes de posicionamento da sociedade civil pela governabilidade democrática e reforma do sistema político como estrutura de manutenção das organizações sociais.

Fonte: 
ACS | Rita Ferreira