Horário de verão começa domingo, mas o Norte e o Nordeste estarão fora

Começa a zero hora do próximo domingo, dia 15, o chamado “horário de verão”, mas o Nordeste, mais uma vez, estará fora dessa chatice, que a pretexto de economizar energia elétrica obriga brasileiros de 10 estados a acordarem mais cedo para trabalhar.

O ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, chegou a admitir a hipótese de extinguir o “horário de verão”, mas depois voltou atrás.

Em razão disto, os aeroportos das regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste funcionarão de acordo com o estabelecido pelo Decreto nº 6.558/2008, que instituiu o “horário especial de verão” em parte do território nacional até o dia 17 de fevereiro do ano seguinte.

Deverão adiantar o relógio em uma hora os moradores dos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás, além do Distrito Federal.

Os estados das regiões Norte e Nordeste ficarão de fora do novo horário, que não traria nenhuma economia de energia para nenhum deles, como já ficou provado em anos anteriores.