Adolescente de 15 anos é detido e confessa que matou padre com 29 facadas porque sacerdote forçou a fazer sexo com ele; um está foragido

Um adolescente de 15 anos foi detido na tarde desta terça-feira (29) como sendo o autor do assassinato do padre Pedro Gomes Bezerra, de 49 anos, morto com 29 facadas dentro da casa paroquial, na cidade de Borborema, no Brejo do Estado, no dia 24 de agosto. Ele confessou a autoria do homicídio e disse que matou porque o padre o forçou a ter relação sexual.

“A apreensão do menor foi em cumprimento a decisão judicial de internação provisória. Ele foi detido em Arara e confessou que matou o padre, conforme apontaram nossas investigações. O adolescente disse que o padre o convidou para ir até a casa dele, onde oferece bebidas e depois tentou uma relação sexual, quando o menor disse que não aceitou e terminou matando o sacerdote”, falou.

Além do adolescente, a Polícia Civil procura por Lucas Sales Gerônimo, 18 anos, que participou do assassinato do sacerdote. “Lucas já tem mandado de prisão preventiva e agora é considerado foragido da justiça. Os dois participaram efetivamente do crime”, explicou o delegado.

Crime

No início das investigações, a Polícia Civil tinha descartado que a morte do padre tinha sido um latrocínio. O crime aconteceu na noite da quarta-feira (23), em Borborema, Brejo paraibano, mas o corpo só foi encontrado na manhã desta quinta, pela secretária da casa paroquial. O padre estava caído na sala de jantar, muito machucado e sem roupas. De acordo com a investigação, o agressor era uma pessoa conhecida da vítima.

“Pela cena do crime, verifica-se a luta corporal. O autor foi recepcionado, entrou voluntariamente, foi recebido, havia comida, e eles passaram cerca de uma hora entre conversas amigáveis”, explicou o delegado. “Não há dúvidas de que era uma pessoa conhecida. Ele [o padre] não só recebeu [o agressor], mas recepcionou”, disse.

Ainda de acordo com o delegado Diógenes, o dinheiro da paróquia não foi levado e nem outros objetos de valor. Apenas o carro foi roubado, para a fuga do agressor, mas foi encontrado abandonado na zona rural do município de Solânea, a cerca de 15km da cidade onde aconteceu o assassinato.

Fonte: Pernambuco Conectado