Goiana: Audiência publica na Câmara em prol da Hemobrás

Foto: Eduardo França
Mais uma articulação em prol da unidade da Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia (Hemobrás), cuja planta está sendo erguida em Goiana, foi realizada ontem.

Parlamentares, representantes de movimentos sociais, empresários e o sindicato dos trabalhadores da estatal participaram de uma audiência pública realizada na Câmara de Vereadores do município. 

A principal linha de discurso adotada foi de união contra a decisão do ministro da Saúde, Ricardo Barros, que quer tirar da fábrica de Pernambuco a produção do fator VIII recombinante - medicamento de maior valor agregado da empresa. 

“Nós mostramos para eles que se estava caminhando para uma tentativa de desmonte da empresa ao levar para o Paraná a parte mais rentável. Essa questão (produção do fator VIII recombinante) absorve a tecnologia mais moderna, que pode ser um grande diferencial para Pernambuco”, explicou o senador Humberto Costa (PT), que participou do encontro e é um dos parlamentares que têm se articulado no Congresso Nacional para barrar a decisão do ministro.


Representantes do setor hoteleiro de Goiana, o presidente da Câmara Municipal, Carlos Viegas Júnior (PSB), e a deputada Teresa Leitão (PT) foram algumas das pessoas que saíram em defesa da Hemobrás durante a audiência. 

“Todos estão com uma posição clara contra esse fato e fizeram cobranças à bancada estadual em Brasília, que está engajada, exceto pelos quatro ministros pernambucanos”, salientou Humberto.

Outras ações já estão sendo articuladas. O Consórcio dos Municípios da Mata Norte e Agreste Setentrional de Pernambuco deve fazer um ato no dia 8 de agosto, em Carpina. 

No dia 7, a deputada estadual Priscila Krause realizará uma audiência na Assembleia Legislativa para discutir o tema. O TCU está analisando um pedido de liminar feito pelo Ministério Público Federal contra a decisão de tirar a produção do fator VIII recombinante do estado.