Itambé: Manifestantes reivindicam "Queremos Justiça"


Clamando por justiça, na manhã desta segunda-feira manifestantes de Itambé-PE, tomaram as ruas da cidade em ato público, reivindicando segurança no municipio e justiça para o caso do Edvaldo da Silva, (19) que foi atingido na coxa, por um disparo de um Policial Militar nesta sexta-feira (17).


Entenda o caso:

As imagens mostram uma discussão entre a vítima e uma mulher, com policiais em volta. Em seguida, é possível ver um policial perguntando: “É esse quem vai levar um tiro primeiro?”. O PM chama um colega armado e aponta o rapaz. Um tiro é disparado e o rapaz cambaleia e cai no chão. Após a queda da vítima, os policiais o arrastam pelo asfalto até a viatura da Polícia Militar e o colocam na parte de trás da caminhonete. O veículo então deixa o local, sob gritos dos manifestantes. O Hospital Miguel Arraes, em Paulista, confirmou que o rapaz deu entrada e passou por uma cirurgia ainda na sexta-feira (17), e segue em observação.

As imagens mostram uma discussão entre a vítima e uma mulher, com policiais em volta.



Já sabemos que esse policial que mandou atirar não é daqui da cidade. Eu quero justiça. Quero que esse policial seja preso”, diz José Roberto. Vestidos de branco e com os dizeres 'o tiro que atingiu o jovem, feriu nossa dignidade', moradores exibiram cartazes ao protestar contra a ação dos policiais na manhã desta segunda-feira. Eles caminharam pelas ruas de Itambé.

Em nota, a SDS informou que determinou a abertura de inquérito policial e procedimento administrativo para apurar a ocorrência. Ainda segundo o texto, foi instaurado, na sexta-feira (17), um inquérito policial na Delegacia de Itambé.

“O Comando Geral da Polícia Militar abriu inquérito policial militar para apurar a conduta dos servidores, que foram retirados das funções de policiamento ostensivo até a apuração completa dos fatos”, diz o texto.