PRF da Paraíba prende suspeito de integrar quadrilha interestadual

Homem foi preso com documentos falsos durante abordagem de rotina. Suspeito respondia a vários processos e tinha mandado de prisão aberto.


Um construtor civil de 28 anos, suspeito de integrar uma quadrilha interestadual, foi preso em flagrante com documentos falsos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na Paraíba. A prisão ocorreu na tarde deste sábado (10), durante uma abordagem de rotina no posto de patrulhamento da BR-230, no município de Pocinhos, Agreste do estado. Segundo a PRF, contra o suspeito já havia mandados de prisão expedidos pela justiça. Ele estava sendo procurado pela Polícia Civil.
O suspeito estava trafegando pela BR-230 em um veículo Corolla, quando um policial fez uma abordagem de rotina. O homem que se apresentou como construtor civil disse que não estava com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no momento e informou um nome falso.
Segundo a PRF, por telefone, o suspeito entrou em contato com a esposa para perguntar o número do próprio CPF dele. Ao ser questionado sobre alguns dados, o homem teria entrado em contradição, levantando suspeitas.
Ainda de acordo com a PRF, o homem que mora em Campina Grande, no Agreste da paraíba, pediu para que a esposa dele levasse a carteira de motorista dele até o posto. Quando a mulher, uma estudante 27 anos, chegou com o documento, o policial que fazia a abordagem percebeu que a CNH tinha indícios de falsificação. Ao realizar uma revista na bolsa do suspeito, o policial encontrou os verdadeiros documentos do homem.
Através dos documentos originais, a PRF descobriu que o suspeito respondia processos por homicídio, receptação e uso de documento falso. Também contra o suspeito, havia um mandado de prisão expedido pela justiça da comarca de Goiana, em Pernambuco. Conforme a Polícia Civil da Paraíba, o homem de 28 anos também estava sendo investigado como suspeito de ser integrante de uma quadrilha interestadual que realizou roubos de quadriciclo e jet ski.
Ainda de acordo com a PRF, o homem e a esposa dele foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil de Pocinhos, onde autuados em flagrante.