Grupo acusado de desviar dinheiro público é alvo da Polícia Civil, Prefeitura de Goiana na mira

A Polícia Civil de Pernambuco deflagrou, na manhã desta sexta-feira (12), uma operação para desarticular uma associação criminosa acusada de desviar dinheiro público. 

A operação, batizada de Spectrums, cumpre oito mandados de prisão temporária e seis de busca e apreensão, em Goiana, na Zona da Mata Norte do estado, e em João Pessoa, na Paraíba. Policiais dos dois estados participam da ação.

De acordo com o delegado Sérgio Moura, da Diretoria Integrada do Interior 1, que coordena a operação, seis pessoas já foram presas durante a operação, sendo três homens e três mulheres. Os detalhes serão apresentados pela polícia posteriormente.

Segundo a polícia, o grupo desviava verbas por meio de fraudes nas folhas de pagamento de servidores da Prefeitura de Goiana. Ao todo, 62 policiais, entre delegados, agentes, comissários e escrivães, realizam as ações da operação.

O alvo é a prefeitura de Goiana, onde segundo a investigação, ouve uma fraude na folha de pagamento de servidores entre 2009 e 2012, período em que o prefeito era Henrique Fenelon (então PCdoB e agora PRB, depois que o antigo partido negou a legenda ao ex-gestor).

As pessoas presas e os materiais apreendidos serão encaminhados para a sede do Grupo de Operações Especiais (GOE), na Zona Oeste do Recife.

do G1