Sport tropeça em casa e segue no Z4

Com a Ilha do Retiro praticamente lotada, o Sport até jogou bem, não resistiu ao líder da Série A, o Palmeiras, e foi derrotado por 3x1. Com o placar, o Leão permanece em 18º colocado, com 12 pontos e na zona de rebaixamento. Como grande destaque da partida, o atacante Gabriel Jesus, pretendido por Real Madrid e Barcelona, que deixou a sua marca, isolou-se ainda mais na artilharia da competição e infernizou a defesa leonina a todo o momento. Para os leoninos, a chance de se reabilitar será neste sábado, contra a Ponte Preta, fora de casa.
Na partida, os pernambucanos viveram um cruel dilema: como agredir um time que tem como sua principal arma o contra-ataque? Pensar em sair para ataque seria correr bastante risco nas investidas palmeirenses, que utiliza a velocidade e a movimentação frenética como suas principais munições. Por outro lado, se manter atrás acarretaria em chamar demais o adversário, além de uma provável irritação da torcida pelo "acovardamento". Mas, foi num veloz contra-golpe que o placar foi aberto logo aos dez minutos. Desarrumado defensivamente, o Leão viu Gabriel Jesus descer rapidamente pela direita e cruzar rasteiro para Erik, que só escorou para fazer 1x0, com Rithely falhando na marcação. Assustado, os mandantes não conseguiam achar espaço na zaga adversária e ainda davam bastante espaço defensivamente.
A situação começou a mudar apenas a partir dos 18 minutos, quando Diego Souza mandou uma bomba para a boa defesa de Fernando Prass. A resposta do Palmeiras veio aos 37, com Roger Guedes pecando na finalização. Sem conseguir penetrar na zaga, os rubro-negros apostavam nas finalizações de média distância. E assim, Diego Souza voltou a assustar aos 37 minutos, com a bola passando com perigo.
Na etapa final, o Sport se lançou com mais ímpeto ao ataque. E de tanto tentar, o gol de empate veio aos 14 minutos. Em jogada pelo meio, Rogério foi derrubado na área, mas a bola sobrou para Gabriel Xavier, que driblou Fernando Prass e tocou para o fundo das redes. Porém, contrariando a tendência, o tento arrefeceu os ânimos dos leoninos, com o Alviverde acordando instantaneamente. Um minuto depois, Gabriel Jesus já assustou, com Agenor fazendo bela defesa.
Mas, aos 20, Rithely perdeu bola boba no meio de campo e Thiago Santos lançou Gabriel Jesus, que bateu firme para fazer 2x1, sem chance para o arqueiro, fazendo o seu 10º gol no Brasileirão e se isolando ainda mais na ponta da artilharia. Desorientado, o Leão não apenas não conseguiu reagir, como tomou mais um seis minutos depois. Em bobeira de Serginho, Cleiton Xavier roubou a bola e tocou para Gabriel Jesus ser derrubado por Agenor dentro da área. Na cobrança de pênalti, o próprio Cleiton Xavier tirou com classe do goleiro e ampliou. Mark González tentou descontar no final, mas Prass fez linda defesa. E no último minuto, Gabriel Jesus ainda saiu de frente para o gol, mas parou em Agenor. E ficou nisso, para decepção dos rubro-negros.