quinta-feira, 2 de junho de 2016

Secretaria de Educação de Goiana divulga nota sobre greve dos professores

Desde que foi deflagrada a greve dos professores da rede municipal de ensino, no último dia 17 de maio, Sindicato dos Professores da Rede Pública Municipal de Goiana (SINPROMG), que representa a categoria, e a Prefeitura vêm buscando solucionar os impasses que resultou na suspensão das aulas de quase 6 mil alunos.

“Lamentamos que todos os esforços enviados pela categoria tenha sido desconsiderados, e que ainda tenham chegado a este ponto, todavia essa decisão é uma atitude legítima dos professores que se mantêm abertos ao diálogo buscando resultados concretos pela implantação do reajuste do piso (salarial)”, observou, em nota ainda no mês passado, o presidente do SINPROMG Manuel Messias Silva.

Nesta terça-feira (30), a Secretaria Municipal de Educação e Inovação divulgou uma nota para esclarecer aos pais, alunos, professores e sociedade civil acerca dos últimos acontecimentos. Entre os motivos pelos quais o reajuste salarial ainda não foi concedido, segundo a nota, estaria a crise econômica pela qual o país atravessa, o que fez a arrecadação e os repasses caírem drasticamente. Ainda de acordo com a nota, os recursos oriundos do FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) conseguem garantir o pagamento dos salários dos professores até o 5º dia útil, mas não o aumento.

Confira a nota na íntegra: 


Fonte: Goiana Notícias