Apesar de diversas denuncias, prefeitura de Goiana insiste no descaso com Pontas de Pedra

Apesar das diversas denuncias feitas por moradores, veranistas, blogueiros, a tv guaiamum e rádio 106,3 FM, mesmo assim a prefeitura de Goiana prefere esquecer que a segurança, limpeza e a saúde dos moradores da praia de Pontas de Pedra é de sua responsabilidade.



Na ultima semana uma mulher foi atacada de forma feroz por um cavalo que estava solto que na praça próximo a Rua da Igreja, local que é frequentemente utilizado por crianças na praia de Ponta de Pedras, o animal a pisou e mordeu diversas vezes na cabeça e no braço direito.

Populares partiram no socorro da mulher que poderia ter sido morta, e a levaram para o posto médico da praia, o que agravou ainda mais a situação foi a ausência de médico no posto.

Como já é de conhecimento de toda a cidade, foi denunciado na TV Guaiamum a situação precária que encontra-se a Unidade Mista e o PSF da praia.



Segundo Decreto Federal Nº 24.645 de 10 de Junho de 1934 e a Lei Estadual Nº 14.625 de 2012, a prefeitura tem a obrigação de fazer a apreensão de todos os animais soltos na cidade, além de feridos, maltratados de médio e grande porte.


No dia 30 de Janeiro de 2015 a prefeitura de Goiana por meio da secretária de saúde e a empresa SOS Resgate Animal realizaram um único dia de trabalho de apreensão de animais na praia, os animais apreendidos nas ruas foram transferidos em um alojamento apropriado, em Carpina-PE.

Muitos moradores da praia estão assunstados e exigem que a Prefeitura de Goiana continue e trabalho de apreensão dos animais soltos. 

Veja Também: Prefeitura começa a recolher os animais soltos pelas ruas dos distritos

da Redação