Em Goiana, Henrique Fenelon será investigado pelo MPPE

Sem alarde, a promotora Patrícia Ramalho de Vasconcelos abriu um inquérito para investigar obras ocorridas na gestão do ex-prefeito de Goiana, Henrique Fenelon (PRB), sobre pavimentação e drenagem em nove ruas da cidade.

A investigação foi motivada por um ofício enviado pela Câmara de Vereadores, presidida por um ex-aliado de Fenelon, o vereador Renato Sandrá (PPS).
A investigação dá fim, aparentemente, ao que vários adversários chamavam de “blindagem” judicial de Fenelon. Segundo políticos da cidade, por influência da família de Fenelon, procedimentos no Ministério Público e processos no Judiciário não andavam, ficando anos sem movimentação.
No momento, políticos da cidade estão preparando denúncias para o Conselho Nacional da Justiça (CNJ) e Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Irão pedir investigação sobre supostas “influências externas” para paralisar as ações judiciais contra o ex-prefeito.
Um dos vários questionamentos é a tramitação da ação penal na Vara Criminal de Goiana, tendo como acusado, o ex-prefeito Henrique Fenelon, que não estaria tramitando com a habitual celeridade.
Henrique Fenelon quer voltar ao poder, sendo pré-candidato a prefeito da cidade do pólo automotivo da Fiat.
Além desta investigação do Ministério Público do Estado (MPPE), Fenelon terá outras dificuldades na pretensão eleitoral, pois a Câmara de Vereadores rejeitou suas contas como ex-prefeito, podendo acarretar as sanções da Lei de Ficha Limpa.
Fonte: Blog do Jamildo