Banhistas disputam espaço com cavalos na orla de Pontas de Pedra


A Praia de Pontas de Pedra, neste final de semana, recebeu inusitados visitantes, cavalos dividiam espaço com banhistas.

É uma situação complicada. A própria sociedade é culpada por abandonar os bichos. Eu gosto muito de animais e me preocupo com eles, falou um comerciante que contou que os animais que não são recolhidos pela prefeitura e acaba colocando em risco e intimidando frequentadores.

Em Janeiro de 2015, a prefeitura de Goiana através da vigilância ambiental, realizou na praia uma operação de apreensão de animais soltos, a empresa S.O.S animal realizou a ação, segundo a informação da secretária de comunicação os animais soltos são responsáveis por 43% dos acidentes nas vias públicas e rodovias do município.






Apesar do risco, aparentemente a ação não foi continuada, e com o tempo, aumentou o numero de animais nas ruas da praia da cidade, como se não bastasse estarem causando tanto transtorno as ruas, agora estão também na orla marítima.

O ambiente da praia traz riscos à saúde dos banhistas e dos bichos, o animal pode passar mal ao ingerir água do mar, principalmente se estiver poluída, ambos podem ter diarreia, vômitos, gastrite e, dependendo da quantidade ingerida, até pneumonia.

Além disso, o contato com a areia oferece riscos à saúde do animal. Ele pode pegar uma dermato micose ou uma dermatite (doenças causadas por fungos). Sem contar que a o excesso de exposição ao sol também faz mal ao animal, que pode ter desidratação.