Após explosão, 20 detentos fogem da Barreto Campelo

A abertura no muro foi provocada pela detonação de artefato do lado de fora da unidade. Seis presos foram recapturados

Uma fuga foi registrada na Penitenciária Professor Barreto Campelo, em Itamaracá, na Região Metropolitana do Recife, na noite desta quarta-feira (20). Segundo o 17º Batalhão de Polícia Militar (PM), pelo menos 20 detentos teriam fugido da unidade por meio de um buraco feito no muro. A abertura foi provocada pela detonação de um artefato explosivo. Até o fechamento desta edição, seis presos haviam sido recapturados.

A investida teria sido realizada pelo lado de fora, por volta das 21h30. Envolvidos na facilitação da fuga atacaram as guaritas 6 e 7 da unidade e explodiram o muro próximo à guarita 5. Houve troca de tiros com policiais do Batalhão de Guarda, mas ninguém ficou ferido. Integrantes da Companhia Independente de Operações Especiais (Cioe) e do Batalhão de Radiopatrulha foram mobilizados até o local.

oram realizadas buscas na região, principalmente no entorno do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico, em regiões de mata e nos acessos a embarcações, para onde reeducandos foragidos costumam migrar. De acordo com o major André Ângelo, comandante do 17º Batalhão, o bloqueio da ponte que liga Itamaracá e Itapissuma foi a responsável pela captura de quatro suspeitos. "Eles portavam munição e granada. Acreditamos que grande parte dos fugitivos ainda esteja na ilha. Vamos efetuar buscas".

Segundo o secretário de Justiça e Direitos Humanos Pedro Eurico, será aberto um inquérito para investigar a fuga. “Fizemos uma licitação no mês passado para construir um muro de reforço na unidade. Vamos fazer um envelopamento de todo o presídio. As construtoras que participaram não apresentaram preço. Diante desse caso grave, vamos dispensar a licitação e nos reunir com o governador hoje”.

Fonte: Folha PE