Santa bate Central e vence pela primeira vez em 2015

A quarta-feira de cinzas não teve nada de ressaca para o Santa Cruz. O Tricolor, que vivia mau momento, fez do período de Carnaval uma espécie de retiro para reflexão e aperfeiçoamento. Deu certo. Em Caruaru, a Cobra Coral partiu para cima do Central e venceu pela primeira vez na temporada. Com gols dos meias Guilherme Biteco e João Paulo, a equipe bateu a Patativa por 2×1, chegou aos três pontos e deixou a lanterna do Hexagonal do Título do Campeonato Pernambucano.

O começo da partida poderia até passar a impressão de que o Santa fraquejaria novamente. Com uma disposição tática diferente, montado em um meio-campo com três armadores e apenas um atacante, o Tricolor parecia que não se encontraria tão cedo. Até que os corais se organizassem, o Central poderia ter aproveitado para abrir o placar. Não conseguiu e os visitantes não perdoaram.

Aos 16 minutos de bola rolando, entretanto, o ataque tricolor conseguiu ameaçar. Após cruzamento de Renatinho, Betinho portou-se como um pivô clássico: protegeu a bola, de costas para o GOL, e rolou para trás. Biteco chegou batendo, fulminante e abriu o marcador. O problema foi que o Central acordou logo. Luiz Fernando levantou uma bola no segundo pau e Candinho, livre, cabeceou para empatar, aos 19 minutos.

Por incrível que pareça, contudo, o Santa não se abateu e só não desempatou porque Beto estava inspirado no gol alvinegro. O panorama não mudou no segundo tempo. Melhor em campo, a Cobra Coral chegou logo ao segundo gol. E em jogada semelhante ao do primeiro. Após cruzamento de Waldison, Betinho, criticado por perder gols, voltou a agir como pivô e rolou para João Paulo bater de primeira e recolocar o Tricolor em vantagem.

Ainda que não estivesse tendo uma boa atuação, o Central, mesmo assim, chegou perto de igualar os números novamente. Em falta cobrada alta na área coral, André Lima subiu e testou com força, tirando tinta da trave de Bruno. E o Santa ainda teve chance de ampliar em contra-ataque, mas Biteco preferiu bater para o GOL ao invés de tocar para seus colegas mais bem posicionados. Beto segurou a bola, mas não evitou a primeira vitória do Tricolor na temporada.

FICHA TÉCNICA:

Central:
Beto; André Lima, Sinval e Éverton; Fabinho (Jê), Jucemar, Fernando Pires, Juninho Silva, Luiz Fernando (Fabiano) e Jaílton (Madona); Candinho. Técnico: Humberto Santos

Santa Cruz:
Bruno; Moisés (Waldison), Alemão, Danny Morais e Renatinho; Bileu, Edson Sitta, João Paulo, Guilherme Biteco e Emerson Santos (Raniel); Betinho (Wellington César). Técnico: Ricardinho

Local: Estádio Luiz Lacerda (Caruaru)
Árbitro: Emerson Sobral. Assistentes: Wlademir de Souza Lins e Bruno César Chaves Vieira.
Gols: Guilherme Biteco, aos 16, Candinho, aos 19 minutos do 1ºT; João Paulo, aos 15 minutos do 2ºT.
Cartões amarelos: Sinval, Éverton (C), Edson Sitta (S)
Renda: R$ 42.770. Público: 4.812

Fonte:Blog de Primeira