Marinaldo Rosendo perde recurso e 730 contratações em Timbaúba são julgadas ilegais

Sem alarde, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) negou recurso ordinário do deputado federal Marinaldo Rosendo (PSB-PE), mantendo ilegais 730 contratações de servidores temporários na Prefeitura de Timbaúba.

Marinaldo Rosendo foi prefeito de Timbaúba até janeiro de 2014, quando renunciou para se candidatar a deputado federal.

A decisão ainda é passível de recurso (o chamado recurso ordinário), que manejarei”, afirmou na época. Não foi o que aconteceu no plenário do TCE, que manteve a ilegalidade por votação unânime.

Fonte: Blog do Jamildo