Trabalhadores do Cisam paralisam atividades por atraso no pagamento

Cerca de 50 trabalhadores da Maternidade Encruzilhada (Cisam), ligados à empresa terceirizada Forte Engenharia, paralisaram os serviços nesta segunda (26) devido ao atraso no pagamento do salário do mês de dezembro.
Segundo os empregados, esta é a segunda vez que ocorre atraso com os salários. A primeira aconteceu ano passado, referente ao salário do mês de novembro.
A paralisação atingiu setores da maternidade como maqueiros, auxiliares de serviços gerais, estoquistas e administrativo.
De acordo com André Lima, que integra a diretoria do sindicato da categoria, cerca de 30 funcionários voltaram para casa na manhã de hoje. “Os responsáveis pelos serviços emergenciais continuam trabalhando”, explicou André.
A paralisação de advertência permanece até o posicionamento da empresa.