Ainda sem reforço de centroavante, Betinho vira principal candidato à camisa 9 do Santa Cruz

De todas as posições, apenas centroavantes não foram contratados até aqui pela diretoria do Santa Cruz. Para a temporada 2015, o nome para ocupar ser o artilheiro coral. Remanescente do ano passado, o atacante foi irregular em 2014. Era reserva de Léo Gamalho e não conseguiu se firmar no time. Jogou 19 vezes pelo Tricolor e balançou as redes quatro vezes. Pouco. Duas lesões na coxa direita na reta final da Série B atrapalharam ainda mais os seus planos. Sem mais dores, pelo menos por enquanto, ele é o novo camisa 9 da equipe coral.

Betinho ainda rechaça o rótulo. Espera a vinda de centroavantes. Mas quer dar o seu máximo. "Ainda não chegou ninguém para brigar por posição, mas eu espero que chegue logo porque vai qualificar ainda mais o grupo e e o professor (Ricardinho) vai poder escolher quem vai jogar com a camisa 9", falou. "A gente espera fazer gols para o Santa Cruz sair com as vitórias", acrescentou.

Livre de contusões
O atacante vive a expectativa de ser escalado no time de cima no jogo-treino da próxima segunda-feira, em Chã Grande - no primeiro esboço que o técnico Ricardinho vai fazer da equipe para a temporada. "Vamos esperar esse time que ele vai montar. Estou me dedicadndo bastante aos treinamentos. Só eu sei o que passei no ano passado com essas duas lesões. Foi muito difícil. Fiz bastante fortalecimento (muscular) durante as férias e não deixei cair o ritmo. Espero que dê tudo certo agora."