Projeto para desenvolvimento dos catadores é apresentado em Goiana

Representantes dos municípios de Goiana, Condado, Paudalho, Aliança e Carpina se reuniram nesta terça-feira (16) para discutir o Convênio Nº 782348/2013, que trata do Projeto de Desenvolvimento de Catadores e Catadoras de Pernambuco.

O objetivo do convênio é beneficiar os catadores de materiais recicláveis e seus familiares em situação de pobreza, vulnerabilidade e trabalho precário, de acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos, que prevê a extinção dos lixões em todo o Brasil e a inclusão socioprodutiva dos catadores.

Segundo João Baltar Freire, Secretário Executivo de Fomento ao Empreendedorismo do Governo do Estado, esse projeto tem caráter socioeconômico e solidário. “Estamos incluindo os indivíduos e proporcionando uma transformação social”, disse.

O Projeto de Desenvolvimento de Catadores e Catadoras de Pernambuco foi divido em várias etapas. A primeira foi a apresentação aos catadores e aos gestores municipais e, em seguida, um diagnóstico do perfil sócio, econômico e cultural dos trabalhadores será realizado.

Após estas duas etapas, os catadores e catadoras serão incluídos no Cadastro Único, para que os benefícios dos programas sociais sejam ofertados a todos os cadastrados. Posteriormente, ações para aumentar a oferta dos serviços de saúde, educação, cultura, inclusão digital, a formação em rede de economia criativa, criação de associação e corporativismo além de fortalecer 20 unidades de processamento dos materiais com equipamentos.

Para Carlos Botelho, Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia da Prefeitura de Goiana, esse é um grande desafio para todas as cidades participantes. “Sabemos da necessidade de incluir os trabalhadores e esse projeto é o alicerce para a concretização da melhoria de vida de tantas famílias”, disse ele.

Até meados de 2016 todas as fases do projeto estarão concluídas.

Fonte: Secom