Torcedor do Palmeiras atropelado está em estado grave

Três torcedores palmeirenses ainda estão internados em hospitais de São Paulo, São Bernardo do Campo e Santo André após confronto com santistas na Via Anchieta, ocorrido antes do clássico Palmeiras e Santos. Um deles, Eli Simão da Silva, está em estado grave e corre risco de morrer. A briga causou a morte de Leonardo da Mata Santos, de 21 anos, atropelado no local. Ele chegou a ser atendido, mas não resistiu e faleceu dez minutos depois de chegar ao Pronto-Socorro Central de São Bernardo.
O caso mais grave, entre os três feridos, é do torcedor Eli Simão da Silva, que está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas. Após o confronto, ele foi levado à capital paulista pelo helicóptero Águia 9, da Polícia Militar. Segundo informações da unidade, o torcedor deu entrada no hospital às 13h45, pouco mais de uma hora depois no incidente.
Atropelado, Eli sofreu traumas no crânio e no abdômen, além de fraturas na face e nos membros inferior e superior esquerdos. Ele está sedado e respira com a ajuda de aparelhos. Já Marcio Ramon de Souza, de 34 anos, está internado no Hospital Mário Covas, em Santo André, com politraumatismo. A unidade não divulgou mais informações sobre o estado de saúde após um pedido da família.
O terceiro torcedor internado é Anderson Ricardo Figueiredo Vera 25 anos, que deu entrada no Pronto-Socorro Central de São Bernardo às 12h47. Ele foi diagnosticado com múltiplas escoriações pelo corpo e trauma na face. Submetido a exames, como tomografia, Anderson continua internado, sob escolta policial, em observação. Seu quadro clínico é considerado estável.
Além deles, outras quatro pessoas foram transferidas para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Bernardo do Campo. São eles: Leandro Nóbrega Martins, de 22 anos, Cecílio Cocuzzi Neto, de 26 anos, e Marivaldo dos Santos Souza, de 34 anos, e Jeverson José dos Santos, 24 anos, que chegou a ser atendido no Pronto-Socorro Central – ele recebeu alta e deixou o local acompanho pela polícia.
O corpo de Leonardo da Mata Santos foi liberado pelo Instituto Médico Legal (IML) de São Bernardo no começo da tarde. O enterro será no Cemitério Parque Cerejeira, na zona sul de São Paulo, nesta terça-feira, às 10h. O velório, por sua vez, ocorrerá na noite desta segunda.