Sport visita o Corinthians com o objetivo de acabar com seca de vitórias longe da Ilha do Retiro

A cada novo jogo longe do Recife, o número vai aumentando. Tornando-se cada vez mais negativo, absurdo. Até chegar a um recorde. Há seis rodadas consecutivas como visitante, o Sport só faz perder na Série A – caso jamais passado pelo clube nos moldes atuais do Brasileirão. A cada nova partida como visitante, as promessas de empenho aumentam. A meta é sempre cessar a sequência reversa e iniciar uma nova fase. Uma reviravolta na competição. A chance de “recomeçar” vem justamente diante de um adversário que busca algo semelhante ao Leão. Vindo de duas derrotas no campeonato e de uma semana que começou turbulenta, com protestos da torcida, o Corinthians também quer a recuperação.

Em baixa no returno, alvinegros e rubro-negros miram a partida das 18h30 deste sábado, na Arena Itaquera, em São Paulo, como um marco: a hora da virada. Após um primeiro turno com 36 pontos (4º lugar, 58% de aproveitamento), o Timão é apenas o 13º colocado, com oito pontos (39%) levando em consideração apenas o segundo turno. O Sport oscila um pouco menos. Caiu de 8º (28 pontos, 49%) para 10º (8 pontos 44%) no returno. “Agora que o campeonato está chegando na reta final é o momento de somar pontos e conseguir dar a arrancada para chegar no G4”, disse o meio-campista Diego Souza.

Para tanto, o técnico Eduardo Baptista tem uma estratégia. E que foi bem trabalhada ao longo de uma semana livre, diga-se. “Esse grupo estava precisando voltar a treinar, estava complicado. Temos que ter uma postura de não aceitar a imposição do Corinthians e jogar o nosso futebol. Será um jogo muito complicado, mas o Sport está preparado, teve uma semana boa de trabalho e vamos buscar o resultado”, acrescentou Eduardo Baptista.

Matar o jogo
O treinador que aproveitar as oportunidades que aparecerem. Os “vacilos” corinthianos. Esse foi o mantra repetido na última sexta-feira, antes do embarque para São Paulo. O plano é “matar o jogo” quando tiver chance. “Vamos ter três, quatro chances e não podemos errar se não vai sair caro”, alertou o técnico.

Desfalques no Leão
Para a partida, Eduardo Baptista não poderá contar com a presença do volante Wendel, suspenso em razão do terceiro amarelo. O substituto natural, Ronaldo, não se recuperou de uma lesão na coxa. Com isso, Willian ganhou a vaga. Augusto César, com um abscesso no rosto também foi vetado de última hora, na última sexta-feira – este, porém, ficaria no banco de reservas. Para a partida, o treinador rubro-negro trabalhou uma postura mais defensiva ao longo da semana, com o time armado em duas linhas de quatro e saindo rápido nos contra-ataques.

Corinthians misterioso
O técnico Mano Menezes fez mistério na escalação do Corinthians. Após vence o Atlético-MG no meio da semana, o treinador deverá perder o meio-campista Renato Augusto, com dores musculares. Jadson deve ser o substituto. O lateral-esquerdo Fábio Santos, também com desgaste, é mais um que pode ficar de fora. Se ele não jogar, o substituto será Uendel. Já o volante Ralf é um desfalque confirmado. Ele foi vetado com dores no joelho direito. Bruno Henrique irá para o jogo.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Gil, Anderson Martins e Uendel; Bruno Henrique, Elias, Petros e Jadson; Malcom e Paolo Guerrero.
Técnico: Mano Menezes.

SPORT

Magrão; Patric, Durval, Henrique Mattos e Renê; Willian, Rithely, Ibson, Diego Souza e Felipe Azevedo; Neto Baiano.
Técnico: Eduardo Baptista.

Local: Arena Corinthians, em São Paulo.
Horário: 18h30.
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC).
Assistentes: Nadine Schramm Camara Bastos (SC) e Carlos Berkenbrock (SC).
Fonte: Super Esportes PE