Seleção vence Argentina por 2 a 0 e leva o tricampeonato do Superclássico das Américas

AE-No duelo entre os craques Neymar e Lionel Messi, companheiros de Barcelona, quem brilhou no Superclássico das Américas, neste sábado, foi o atacante Diego Tardelli. No Estádio Ninho do Pássaro, em Pequim, o jogador do Atlético Mineiro marcou os gols da seleção brasileira no triunfo por 2 a 0 sobre a Argentina, assegurando a conquista do torneio para a equipe dirigida por Dunga.
Titular nos amistosos anteriores da seleção sob o comando do treinador, diante de Colômbia e Equador, ambos vencidos por 1 a 0, Tardelli ainda não havia brilhado e feito gols pelo Brasil. Mas se destacou exatamente em um dos principais clássicos do futebol mundial, assim como o goleiro Jefferson, que defendeu um pênalti quando o Brasil vencia apenas por 1 a 0.
Dessa forma, Tardelli foi decisivo para que o Brasil repetisse as conquistas de 2011 e de 2012 do Superclássico das Américas, a remodelada Copa Roca. Nessas duas outras vezes, porém, o torneio era disputado em jogos de ida e volta, mas com a presença apenas dos jogadores que atuavam no Brasil e na Argentina.
Dessa vez, com as forças máximas, a seleção brasileira voltou a se dar melhor diante dos argentinos, como rotineiramente acontecia na passagem anterior de Dunga pelo comando da equipe.
Além disso, agora o treinador soma três vitórias nos três jogos que dirigiu o Brasil, todos eles contra equipes sul-americanas e sem sofrer gols. O próximo compromisso da seleção brasileira será na próxima terça-feira, às 7h45 (horário de Brasília), diante do Japão, em Cingapura.