Trabalhadores dos Correios mantêm estado de greve em Pernambuco


Em mais uma assembleia realizada na noite desta terça-feira (23), na sede do Sindicato dos Trabalhadores da Empresa de Correios e Telégrafos (Sintect-PE), no Recife, a categoria em Pernambuco decidiu manter o estado de greve. Isso significa que ao mesmo tempo em que não se mostra satisfeita com a oferta dos Correios, a classe prefere não paralisar as atividades. Uma nova assembleia, ainda sem data definida, deve acontecer.

Nacionalmente, 19 dos 24 sindicatos já aprovaram a proposta da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT), que apresenta gratificação de 6,5% sobre o salário. Entre as reivindicações dos trabalhadores, estão o aumento real de 8%, o piso salarial de R$ 3.079,31 e o vale-alimentação de R$ 40 por dia.

Até agora, apenas Minas Gerais e Sergipe encontram-se em greve. Nesta quarta-feira (24), foi agendada uma reunião no Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília (DF), da qual participarão representantes da ECT e membros do Comando Nacional de Negociações da Federação dos Trabalhadores (Fentect).

Fonte: Folha PE