Sport segura empate em casa contra o poderoso Cruzeiro


Devido ao baixo rendimento nas últimas partidas, corria na “boca miúda”, principalmente por parte dos rivais, que o Sport seria presa fácil para o Cruzeiro, neste sábado, na Arena Pernambuco. Mas o Leão mostrou o nível de competitividade dos melhores momentos sob o comando de Eduardo Baptista e segurou o líder do Campeonato Brasileiro, diante dos pouco mais de 23 mil torcedores presentes na Arena Pernambuco.
O empate por 0×0 desmistificou uma Raposa – um grande time, mas longe de ser imbatível – e deu alguma moral extra aos rubro-negros para a sequência da competição.
A intensidade do jogo do principal candidato ao título brasileiro também impulsionou o Sport como adversário. Os rubro-negros atuaram no primeiro tempo com um nível de concentração muito acima do que apresentou nas últimas rodadas do certame nacional.
O temor pelo ótimo desempenho que o Cruzeiro costuma ter na etapa final, durou apenas os primeiros 15 minutos, quando a Raposa jogou de forma mais impositiva. Logo o Sport encaixou novamente a marcação. Mas faltou confiança e qualidade para concretizar de uma melhor forma os arremates de média e longa distância, que surgiam como a melhor opção.
A torcida chamou e o Sport lutou para pressionar nos minutos finais, em cobranças de falta pelos lados. Mas faltou capricho nas cobranças e nenhuma grande ameaça ao gol de Fábio aconteceu. No final, o time local ainda saiu aplaudido – reconhecimento ao envolvimento e a vontade que os atletas demonstraram para, pelo menos, segurar o empate diante da badalada equipe cruzeirense, que caminha a passos largos para a conquista do bicampeonato nacional.