PM desativa explosivo em unidade prisional de PE e frustra plano de fuga


Um explosivo foi encontrado, na manhã desta segunda (29), em um dos muros externos da Penitenciária Professor Barreto Campelo, em Itamaracá, Litoral Norte de Pernambuco. O artefato foi localizado por meio de uma investigação da Gerência de Inteligência da Secretaria de Ressocialização (Seres) com auxílio de agentes penitenciários.


A Companhia Independente de Operações Especiais (Cioe) da Polícia Militar foi acionada para desativar o explosivo, que estava em uma coluna entre os pavilhões A e C. Ele era composto por emulsão de quatro cartuchos, com três espoletas de acionamento e tinha um grande poder de destruição, segundo a Cioe.

O gerente da Barreto Campelo, Carlos Cordeiro, informou que pelo menos 14 reeducandos comandavam a ação, parte de um plano de fuga. "Essa investigação já estava acontecendo há oito dias e, hoje, conseguimos localizar o explosivo. A PM foi acionada para detoná-lo. O inquérito deve ser concluído até o final desta semana", acrescentou. A penitenciária tem capacidade para 1.100 pessoas, mas atualmente está com 1.900.
 
Fonte: Folha PE