Bancários farão nova assembleia, mas mantêm greve para esta terça-feira

Os bancários que atuam em Pernambuco se reunirão em assembleia, na noite desta segunda-feira (28), para deliberar sobre a nova proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Após uma rodada de negociações realizada no último sábado (27), os patrões elevaram o índice de reajuste de 7% para 7,35% para os salários, e de 7,5% para 8% para os pisos, segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf). O início da greve da categoria, no entanto, segue mantido para a 0h desta terça (30).


De acordo com o diretor-executivo do Sindicato dos Bancários, João Rufino, a contraproposta se mostrou “insignificante”, já que “resulta em ganhos reais menores que 1% acima da inflação”. Os trabalhadores querem rendimentos de até 5,5% através de um reajuste salarial de 12,5%, além de aumento do piso para R$ 2.979,25. Também estão entre as reivindicações o fim das metas consideradas abusivas, o combate ao assédio moral e a isonomia de direitos para afastados por motivo de saúde.

“Orientamos a população a procurar os bancos nesta segunda-feira, pois, no dia seguinte, somente os aposentados serão recebidos, e apenas para renovação de senha e prova de vida. Os demais procedimentos deverão ser realizados nos caixas eletrônicos”, avisou Rufino, afirmando que, por conta da insatisfação diante da contraproposta, o encontro com a categoria terá apenas o intuito de fazer o relato oficial do que foi apresentado pela Fenaban.

A decisão de começar uma greve por tempo indeterminado segue o posicionamento do Comando Nacional dos Bancários, que, em nota, disse considerar a nova proposta “insuficiente não somente do ponto de vista econômico, mas também porque ignora completamente as demais reivindicações da pauta da categoria”. Em Pernambuco, a reunião deve acontecer às 19h, na sede do Sindicato dos Bancários, que fica no bairro da Boa Vista, na área central do Recife.

Fonte: Folha PE